O pneumococo é uma bactéria que esta presente na pneumonia, e aparece na flora nasal e na garganta de várias pessoas. Nas crianças aparece como meningite, nos adultos como pneumonia.

Os sintomas típicos de quem contrai pneumonia são febre alta e tosse. No caso de meningite, febre, tosse, náuseas, sonolência e convulsão. Os maiores temores dos pais, quando suas crianças são diagnosticadas com meningite são as convulsões, a deficiência auditiva e a deficiência de aprendizado.

Esta doença continua sendo uma das causas mais comuns de morte no mundo, segundo dados da OMS (Organização Mundial da Saúde)

Vacina contra pneumonia

Esta doença é responsável pelos altos índices de internações e mortalidade, especialmente entre crianças menores de cinco anos, e uma das formas de prevenir e doença é realizando a vacinação.

Estima-se que cerca de 15 milhões de crianças são hospitalizadas por ano por pneumonia, em países em desenvolvimento. Quando aplicada a vacina, reduz-se o risco de infecções graves causadas pelo pneumococo.

A vacina é recomendada para crianças menores de dois anos e pessoas acima de 60 anos. Desta forma, a vacina atua contra o vírus pneumococo, que causa pneumonia e meningite. Quando não tratadas, podem levar a sérios problemas e até a morte.

Doenças causadas pelo pneumococo

O pneumococo causa as seguintes doenças: Meningite, Pneumonia, Bacteremia, Sinusite e ainda Otite. Para fazer o diagnóstico da doença é necessário fazer um exame clínico.

Para tomar a vacina é aconselhável consultar o calendário de vacinação e ainda o médico ou infectologista. Não deixe de procurar uma clinica de vacinação para proteger-se e e ao seu filho.

Após a vacina, não há muitos efeitos colaterais, podendo causar febre ou ainda inchaço na região da aplicação da vacina. Mas o mais importante é se prevenir. Lembrando que o vírus pneumococo é a principal causa da morte de pneumonia, visto que quase 1 milhão de crianças por ano no mundo morrem em função da doença. Prevenção é o melhor remédio.