Na maioria das vezes a hepatite tem cura. Contudo, em alguns casos, quando não se é devidamente tratado ou não se respeita as orientações médicas, a doença pode gerar complicações podendo levar à morte.

O que é Hepatite?

Hepatite é qualquer degeneração do fígado causado por vírus, sendo as mais frequentes as infecções pelos vírus tipo A, B e C. Existe também a possibilidade do fígado ser atingido por abuso no consumo de álcool ou por substâncias tóxicas, como alguns remédios. A hepatite se instala quando não damos assistência correta ao fígado.

Existem alguns tipos de hepatites; A, B, C e ainda existem os vírus D e E, sendo este último mais frequente na África e na Ásia. Muitas pessoas são portadoras dos vírus B ou C no Brasil e não sabem.

Causas da hepatite

As causas da hepatite podem envolver a contaminação com vírus, bactérias ou parasitas, medicamentos e consumo excessivo de bebidas alcoólicas. A hepatite também pode ocorrer devido a algumas doenças como, por exemplo, o lupus, a fibrose cística, artrite reumatóide, doenças inflamatórias intestinal ou anemia hemolítica.

Sintomas da hepatite

Os sintomas variam conforme o tipo de vírus envolvido, geralmente são manifestadas na fase aguda da hepatite:

  • Cor amarelada na pele e na parte branca dos olhos
  • Náuseas, vômitos e emagrecimento sem causa aparente
  • Dor de cabeça e mal-estar geral
  • Dor e inchaço abdominal
  • Urina escura, com cor de “coca-cola”
  • Fezes claras, como massa de vidraceiro

Transmissão da hepatite

A transmissão pode ocorrer pelo contato oral-fecal ou pelo contato com o sangue contaminado. Algumas formas de contaminação com a hepatite são:

  • Consumir alimentos ou água contaminados
  • Contato com urina ou fezes do indivíduo contaminado
  • Partilhar seringas
  • Relação sem camisinha

 

Prevenção da hepatite

A forma mais simples de prevenção é a vacinação. É necessário ser imunizado com a vacina de hepatite. No mercado existem três tipos, a vacina de hepatite A, a vacina de hepatite B e a vacina combinada de A e B.

Outras formas de prevenção são as comuns que fazemos diariamente, como lavar bem as mãos após ir ao banheiro e antes de comer, é essencial lavar bem alimentos que serão consumidos crus e também cozinhar corretamente os demais, dando uma atenção especial aos frutos do mar e a carne de porco.

É importante não compartilhar objetos de uso pessoal, como escovas de dentes, utensílios de manicure, giletes, utilizar preservativos durante todas as relações sexuais e ver a procedência do local onde se faz tatuagens e colocação de piercings se todos os materiais são descartáveis.